sábado, 26 de setembro de 2009

Com o visto de trabalho negado...

Com o visto de trabalho negado no ano passado e a vinda da Taís para Porto Alegre resolví que tinha que fazer algo para não ficar parado. Primeiro tentei buscar algo na minha área que é telecomunicações mas não tive muito sucesso. Enviei meu curriculum para algumas empresas aqui e fui a uma entrevista, o dono da empresa ficou muito impressionado com minhas qualificações durante a entrevista. Foi então que me ofereceu o trabalho. Sei que não devo fazer comparações, porém nesta hora é inevitável. O salário que me ofereceu por mês era menos da metade do que eu ganhava em apenas uma semana nos EUA! Fiquei desiludido e desisti de procurar emprego em minha área.Meu pai assim que chegou aqui no Brasil (nós dois chegamos juntos) comprou um pequeno supermercado e disse que seria um bom investimento. Resolví arriscar. Comprei um pequeno supermercado também. Mas a rotina de dono de supermercado é muito estressante. Ainda mais pra mim que estava acostumado a trabalhar de segunda a sexta e que esporadicamente trabalhava aos sábados (e ainda quando trabalhava nos sábados era somente meio turno, rsrs). E a Taís fica com muito medo de assaltos e este tipo de coisa. Ainda bem que até hoje não fomos assaltados.Costumo dizer que sou muito vagabundo, por isto trabalho com telecomunicações, rsrs.
Eu ODEIO trabalhar nos fins de semana!!
Nos EUA quando falava com alguns brasileiros sempre escutava deles que estavam em outro tipo de trabalho pois não conseguiam na sua área. Fui muito abençoado pois com apenas 2 semanas de EUA eu já estava trabalhando na minha área.
Olhando pra trás vejo o quanto já aconteceu desde que sai dos EUA. E reconheço a mão do Senhor em tudo. Meu primeiro empregador em Alberta quando viu que o pedido de visto de trabalho tinha sido negado não quis recorrer da decisão, pois eu poderia ter ganhado naquela época e já estaríamos no Canadá a mais de um ano.
Mas por alguma razão que ainda não entendo o Senhor quis que ficássemos mais um tempo aqui no Brasil. E aqui ainda estamos. Como falei em outro post eu tinha mandado meu curriculum para algumas empresas e uma empresa de Ontario havia me contatado e disse que iria fazer os documentos para que eu pudesse imigrar. Consegui então uma empresa de assessoria de imigração também em Ontário para me ajudar no processo. Porém o processo da obtenção do AEO (Arranged Employment Opinion) tornou-se muito moroso e desanimador. Neste período pensamos até mesmo em irmos pra algum outro lugar, sei lá, Austrália, Nova Zelândia ou outro lugar, oramos muito e pedimos que o Senhor nos mostrasse o que Ele tinha preparado para nós. Logo recebí um e-mail da empresa que eu tinha contratado com a oferta de emprego assinada pelo meu empregador. No e-mail eles diziam que só faltava minha assinatura na oferta para que a documentação fosse para o HRSDC para aprovação.
Era a resposta que precisávamos!
Agora que o pedido de AEO já está no HRSDC colocamos o supermercado para vender, e prá dizer a verdade, estou louco para vender pois não aguento mais esta rotina.
Gente, me desculpe o post longo.

Alfredo.

2 comentários:

  1. Olá,

    Uma das piores coisas do mundo é trabalhar no que não se gosta, ou mesmo onde não se está feliz... Que bom que Deus está direcionando sua vida, com certeza, tudo o que ela te dá é o melhor...

    Parabéns por estar tendo uma oportunidade.

    Abs

    Rosi

    ResponderExcluir
  2. Hello
    a small mark at the time of my passage on your very beautiful blog!
    congratulations!
    thanks for making us share your moments
    you have a translation of my English space!
    cordially from France
    ¸..· ´¨¨)) -:¦:-
    ¸.·´ .·´¨¨))
    ((¸¸.·´ ..·´ -:¦:-
    -:¦:- ((¸¸.·´* ~ Chris ~ -:¦:-
    http://www.blogcatalog.com/blog/sweetlelody

    ResponderExcluir